Grandeza da Fenagri se provou em Juazeiro

Texto: Tiano Félix

 

Secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária de Juazeiro e coordenador da FENAGRI 2018, Tiano Félix.

A 27ª Feira Nacional da Agricultura Irrigada provou-se um verdadeiro sucesso, tanto em termos de visitação qualificada, quanto em realização de negócios. Começamos a Fenagri no dia 11 de julho e na manhã seguinte já estavam sendo realizadas as primeiras movimentações financeiras com cifras importantes. Para nós era o sinal de que faríamos grandes avanços comerciais. De fato, durante os quatro dias, ela mostrou a que veio, sendo sucesso de crítica e unânime nas palavras dos visitantes e expositores.

Sem sombra de dúvidas, não teríamos alcançado tal êxito sem a participação ativa de nossos parceiros. Somos gratos ao Centro de Excelência em Fruticultura do SENAR, IRPAA, UNEB, Juá Garden Shopping, Embrapa, Codevasf, Univasf, IF-BA, Moscamed, ao Sebrae, sem deixar de citar a ACIAJ, que esteve conosco desde o começo.

A responsabilidade compartilhada culminou numa grade atrativa que superlotou as salas, laboratórios e auditórios da feira. Nossos temas surgiram a partir dos diálogos com os apoiadores e das sugestões vindas dos produtores e agricultores da região. Não à toa, apresentamos fóruns, seminários, minicursos e palestras abordando inovações social e sustentável, tratamento alternativo de água na zona rural, governança dos perímetros irrigados, o papel dos centros de abastecimentos, dentre outros que totalizaram 49 assuntos técnico-científicos.

A distribuição dos eventos em três polos, no Juá Garden, SENAR e UNEB, também se mostrou um enorme acerto. Suas estruturas, projetadas para receber grandes públicos, propiciou comodidade e as condições necessárias para o intercâmbio de conhecimento e de tecnologias. Nesses locais, superamos a expectativa de 50 mil visitantes, comprovada através das contabilizações nas entradas de carros, motos e nas fichas cadastrais dos nossos eventos.

A Fenagri 2018 também se destacou pelo interesse e participação de grandes empreendimentos.

Foram 160 estandes, representando empresas de todas as áreas, desde a produtora de energia e equipamentos agrícolas, pulverizadores, financeiras até a gestão, organização e monitoramento da produção e das fazendas. Acompanhamos esses expositores que nos passavam o feedback positivo do evento – disseram ter comercializado praticamente o dobro que em outras edições. No entanto, mais do que vender, buscamos fazer com que nossos produtores e o setor comercial de Juazeiro saíssem da Feira com um nível de conhecimento qualificado e mais capacitados para interagirem com os mercados nacional e internacional, ágeis e competitivos.

O prefeito Paulo Bomfim acreditou nessa ideia e nos incumbiu de realizar uma Fenagri que retomasse as suas raízes de promoção à capacitação e ao conhecimento científico.  Com isso, Juazeiro presta um grande serviço para a Bahia, o Vale do São Francisco e o Brasil e volta à agenda de grandes eventos agrícolas do país, demonstrando sua capacidade de organização, produção e promoção do conhecimento.

Por último, não poderia concluir este artigo, sem apresentar minha sincera gratidão às pessoas que passaram pela Fenagri, vindas da Itália, França, Portugal e de nossos estados irmãos, Pernambuco, Maranhão, Sergipe, Piauí, Rio Grande do Norte e o Ceará, além de delegações de São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Estamos muito felizes com a Fenagri 2018 e cientes de que sua realização só foi possível devido ao alto nível e comprometimento de nossos parceiros.

Nova concepção do Mercado do Produtor é debatida em seminário da Fenagri 2018

O Mercado do Produtor de Juazeiro – BA foi um dos temas dominantes no terceiro dia da 27ª Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri), que vem movimentando o município desde a última quarta-feira (11). A modernização e ampliação deste que é considerado o quinto maior entreposto comercial do Norte/Nordeste, marcou a programação do seminário ‘Projetos de Infraestrutura – Entrepostos de Abastecimento’, realizado nas dependências do Centro de Excelência em Fruticultura do Senar.

De acordo com Voldi Silva Alves, assessor de Planejamento e Parcerias Estratégicas do município e um dos coordenadores da feira, uma das propostas do seminário foi discutir um novo modelo para o entreposto de Juazeiro. “Até o final do ano, esperamos concluir a etapa de estudos para apresentarmos proposta de Projeto que será submetida  e discutida em audiência pública e posterior Licitação. A construção do novo entreposto, Centro Agroalimentar e Logístico, devera iniciar ainda no 1° Semestre de 2019”, garantiu.

Durante toda a tarde, cinco palestrantes convidados apresentaram ainda temas como o panorama dos entrepostos comerciais no Brasil, estudos de qualidade por região e potenciais de mercado. A mestre em Direito Público e professora da Escuela de Organizacion Industrial (EOI) de Madri, Flávia Accioly iniciou o ciclo de palestras falando sobre as PPPs e Concessões com propostas para ampliar a aplicação aos estados e municípios.

Depois foi a vez de Altivo Roberto Cunha, engenheiro agrônomo e doutor em Economia, que trouxe o tema ‘Mercados de 4ª Geração’. O diretor presidente do Grupo JAP e da Brazilfruit, James Andrade, mostrou a experiência de gestão privada vivenciada em Teresina com a nova Ceasa da capital do Piauí.  E na sequência, o presidente da Brastece, Waldir Lemos, encerrou o seminário falando sobre o futuro das Ceasas no Brasil.

Sábado (14)

Apresentando uma grade técnico científica e com exposição de produtos e tecnologias, a Fenagri 2018 continua neste sábado (14). A partir das 8h, no Juá Garden Shopping, será ministrado o minicurso ‘Manejo de captação de águas de chuva’ e no período da tarde, a palestra ‘Terra e Territorialidade’. Durante o dia e a noite, expositores do Vale do São Francisco e do país apresentam o que tem de novidade no segmento agrícola.

A Grade

Considerada a maior feira do setor na América Latina, a Fenagri acontece no Juá Garden, no Centro de Excelência em Fruticultura do SENAR e na UNEB. Fóruns, minicursos, seminários, palestras, visitas técnicas, feiras de negócios e da agricultura familiar fazem parte da programação. Segundo a prefeitura até a noite deste sábado 40 mil pessoas  devem passar pelo evento, que este ano estima superar o movimento de R$ 5 milhões em negócios alcançados na edição anterior.

Aberta em Juazeiro – BA  a 27ª edição da Fenagri

A fruticultura irrigada movimenta cerca de R$ 2,5 bilhões por ano e gera 240 mil empregos no Vale do São Francisco, segundo dados da Codevasf. A perspectiva de ampliação dos pomares e o aporte de mais investimentos públicos e privados marcaram, na noite desta quarta-feira (11), em Juazeiro – BA, a abertura da 27ª edição da Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri), a maior do setor na América Latina.

O prefeito do município, Paulo Bomfim, acompanhado de representantes das instituições parceiras e autoridades regionais e da Bahia, fez a abertura do evento, que lotou os corredores dos estandes montados na área externa do Juá Garden Shopping. Bomfim ressaltou o saldo positivo que a Fenagri traz para a economia do Vale, a curto e médio prazo. “Todos os anos em que a feira é promovida, nós registramos cerca de R$ 5 milhões em investimentos, realizados durante o evento e nas negociações que vão surgindo em decorrência disso”, disse.

O Vale do São Francisco possui atualmente 120 mil hectares irrigados em produção, entre projeto públicos e privados, mas com potencial de 200 mil hectares. O polo Juazeiro/Petrolina corresponde por 99,7% das uvas e 95% das mangas exportadas pelo país. Com a expansão das áreas de irrigação, o peso do agronegócio deve aumentar no Vale. Em Juazeiro, no Projeto Salitre, são cultivados 6 mil hectares, que, a partir da proposta de ampliação em quatro etapas, deverá aumentar para a um total de 36 mil hectares. Já em Petrolina, está sendo implantado o Projeto Pontal, que vai oferecer mais 2.500 hectares para empresários e 2.006 hectares para agricultores familiares.

É nesse cenário de expansão que a Fenagri tem papel de destaque. Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB), Humberto Miranda, uma das propostas mais importantes da feira é o intercâmbio nacional e internacional de conhecimento. “Esse evento não só contribui para a geração de negócios, mas também para a capacitação do produtor, aquisição de novos conhecimentos, tecnologias e equipamentos que diminuem os custos de produção. Nós, como entidade, consideramos o aprendizado tirado daqui como um dos maiores frutos para a categoria”, afirmou o presidente da FAEB.

Ainda durante a abertura, o secretário de desenvolvimento econômico, agricultura e pecuária de Juazeiro e coordenador geral do evento, Tiano Félix, enfatizou que a Fenagri não tem fronteiras. “A feira está sendo promovida pelo nosso município, mas ela é um patrimônio do Vale do São Francisco, do Nordeste e do Brasil. Nestes quatro dias, todos estão convidados a visitar os estandes, fazer negócios e participar dos nossos minicursos, seminários, fóruns, palestras e visitas técnicas”.

 

Programação

Nesta quinta-feira (12), a partir das 9h, ocorrem os seminários ‘Convivência com o Semiárido: Uma reflexão’ e ‘Tratamento Alternativo de Água na Zona Rural’, no Centro de Excelência em Fruticultura do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), no Distrito Industrial. Ao mesmo tempo, no Juá Garden, a Assembleia Legislativa da Bahia realiza uma sessão itinerante da Comissão de Agricultura, que vai ouvir as demandas da população e fruticultores regionais. À tarde, às 13h30, o minicurso ‘Bactérias pectinolíticas: sintomatologia, isolamento seletivo e manejo alternativo’ será ministrado na UNEB.

Na sexta (13), a programação técnico científica inicia às 8h30, com as palestras ‘Sistemas de Produção da Banana’, ‘Novas variedades de manga para o Vale do São Francisco’, no SENAR; e continua à tarde, às 14h, com o seminário ‘Projetos de Infraestrutura – Entrepostos de Abastecimento’. Na UNEB, também às 8h30, será realizado o minicurso sobre racionalização de recursos hídricos na Olericultura. Já no Juá Garden, na sexta e sábado (14), o público confere a exposição completa de produtos e serviços, além das feiras de negócios e da agricultura familiar.

O evento também destaca a economia solidária, vitivinicultura, o agro e enoturismo, agroindústria, agricultura familiar, caprinovinocultura, psicultura, apicultura, pesquisas e as novas possibilidades do polo agroindustrial Juazeiro – BA/Petrolina – PE.

 

Autoridades

Além do prefeito Paulo Bomfim e do secretário Tiano Félix, participaram da abertura, os representantes do governo do estado, Aldo Batista e Uilson Dias; o represente do prefeito de Petrolina, Lucas Balalai; o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ), Paulo Fernandes; os deputados estaduais, Zó, Gika Lopes, Eduardo Salles, Roberto Carlos; assessor de Planejamento e Parcerias Estratégicas da Prefeitura de Juazeiro e um dos coordenadores da Fenagri 2018, Voldi Silva Alves; a diretora do Centro de Excelência do SENAR, Mônica Ishikawa; o superintendente estadual do Banco do Nordestes, José Gomes da Costa; o gerente regional do SEBRAE, Carlos Cointeiro; entre outros representantes de entidades públicas, privadas, sindicais, sociais e financeiras.

Atrações

Para 2018, a coordenação da Feangri estimula a visita de cerca de 40 mil pessoas, que devem visitar os 160 estandes e participar de mais de 40 atrações, entre fóruns, seminários, minicursos, visitas técnicas e palestras, realizados no polos Juá Garden Shopping, Centro de Excelência do SENAR e UNEB.

Mais informações sobre as atrações, locais e como participar das atividades são obtidas pelo site: www.fenagri.com.br/2018.

Começa nesta quarta-feira (11) a Fenagri 2018

Semana movimentada para quem realiza negócios, busca conhecimento e novidades tecnológicas para o meio rural. Começa nesta quarta-feira (11), em Juazeiro (BA), a 27ª edição da Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri), uma das maiores do segmento na América Latina. A abertura oficial será às 18h, no Juá Garden Shopping, com as presenças do prefeito Paulo Bomfim, secretários municipais, autoridades, produtores, estudantes e especialistas.

A Fenagri 2018 vai trazer o que há de mais moderno em conhecimento científico e tecnologia agrícola no Brasil e no mundo. Até sábado (14), cerca de 40 mil pessoas devem visitar os 160 estandes e participar de mais de 40 atrações, entre fóruns, seminários, minicursos, visitas técnicas e palestras. Este ano o evento terá três polos: o Juá Garden Shopping, às margens da Rodovia Lomato Júnior (km06); o Centro de Excelência em Fruticultura do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), no Distrito Industrial; e o campus III da UNEB, no bairro São Geraldo.

Durante os quatro dias, produtores, agricultores, estudantes e pesquisadores nacionais e internacionais terão oportunidade de discutir as novas práticas do campo em múltiplos eventos. Entre os temas mais aguardados, constam a ‘Convivência com o Semiárido: Uma reflexão’, ministrado pelo professor Ph.D. Manoel Abílio de Queiroz, às 9h da quinta-feira (12), no Centro de Excelência do SENAR; o ‘Tratamento Alternativo de Água na Zona Rural’, com o palestrante Joselito Menezes, a partir das 10h20, também no SENAR; e o minicurso ‘Bactérias pectinolíticas: sintomatologia, isolamento seletivo e manejo alternativo’, às 13h30, na UNEB. Também na quinta, às 9h, a Assembleia Legislativa da Bahia realiza, no auditório do Juá Garden, uma sessão itinerante da Comissão de Agricultura, onde a população e fruticultores locais serão ouvidos.

Outro dia agitado será a sexta-feira (13), quando a Fenagri traz para os visitantes palestras e seminários, como: ‘Novas variedades de manga para o Vale do São Francisco’, às 8h30, no Centro de Excelência do SENAR, com Armando Malul; e ‘Projetos de Infraestrutura – Entrepostos de Abastecimento’, coordenado pelo assessor estratégico, Voldi Silva Alves, e que começa às 14h, também no SENAR. Na UNEB, os portões se abrem, às 8h30, para realizar o minicurso sobre racionalização de recursos hídricos na Olericultura.

Já no Juá Garden, na sexta e sábado (14), o público confere a exposição completa de produtos e serviços, além das feiras de negócios e da agricultura familiar. Segundo a coordenação da Fenagri 2018, o evento deve superar o movimento de negócios das edições anteriores, que em 2016 foi de R$ 5 milhões.

Entrepostos de abastecimento serão tema de seminário durante a Fenagri 2018

Modelos de gestão, infraestrutura logística e o futuro das Ceasas no Brasil serão alguns dos temas a serem discutidos durante o seminário ‘Projetos de Infraestrutura – Entrepostos de Abastecimento’, que a Feira Nacional da Agricultura Irrigada – Fenagri 2018 apresenta no próximo dia 13, no auditório do Juá Garden Shopping, em Juazeiro – BA.

O evento começa às 14h, com a palestra ‘PPPs e Concessões – Propostas para ampliar a aplicação aos Estados e Municípios’, que será ministrada pela mestre em Direito Público e professora do Programa Executivo de Empresas de Serviços Energéticos da Escuela de Organizacion Industrial (EOI) em Madri/Espanha, Flavia Accioly.

Depois, o engenheiro agrônomo, Mestre e Doutor em Economia, Altivo Roberto Andrade de Almeida Cunha, vai falar sobre ‘Mercados de 4ª Geração’. Ele é autor de diversos estudos nacionais e internacionais, e responsável pela elaboração do Diagnóstico dos Mercados Atacadistas Hortigranjeiros brasileiros, da CONAB e Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas /PNUD e do Diagnóstico dos Mercados Atacadistas da América Latina e Caribe (FAO-Regional América Latina).

Na sequência, às 15h, está programada a apresentação da palestra ‘Novo Entreposto de Alimentos com infraestrutura logística multimodal em Juazeiro e seu impacto no desenvolvimento regional’, que será ministrada pelo assessor de Planejamento e Parcerias Estratégicas da Prefeitura de Juazeiro e um dos coordenadores da Fenagri 2018, Voldi Silva Alves.

Participam ainda da programação, o diretor presidente do Grupo JAP e diretor da Brazilfruit Transporte, Importação e Exportação, James Andrade, com o tema ‘Nova Ceasa de Teresina – A concessão da Central de Abastecimento do Piauí e o modelo de Gestão Privada’. E para falar sobre o ‘Futuro das Ceasas’ foi convidado o presidente da BRASTECE – Confederação Brasileira das Associações e Sindicatos de Comerciantes em Entrepostos de Abastecimento, Waldir Lemos.

Para encerrar o seminário, o diretor executivo da AMA – Autarquia Municipal de Abastecimento de Juazeiro, Mitonho Vargas, vai mediar uma mesa redonda com os participantes.

A Fenagri

Realizada pela Prefeitura de Juazeiro e Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ), a 27ª Fenagri acontece de 11 a 14 de julho com exposição de produtos e serviços e feiras de negócios, no Juá Garden Shopping. A programação técnico-científica, com mais de 40 atrações, entre seminários, minicursos e palestras, também será realizada no Centro de Excelência em Fruticultura do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e na UNEB. A programação completa e inscrições no site: fenagri.com.br/2018.

SENAR sedia programação técnico-científica da Fenagri 2018

A menos de 15 dias do início da 27ª Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri) em Juazeiro (BA), equipes do Centro de Excelência em Fruticultura do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) trabalham para sediar mais de 40 atrações técnico-científicas desta edição. Com a expectativa de receber 1,2 mil pessoas de todo país, a entidade age como parceira da prefeitura na realização de seminários, fóruns, palestras e minicursos.

O evento, que é o maior do setor na América Latina, vai de 11 a 14 de julho, com exposições de produtos e serviços e feiras de negócios, no Juá Garden Shopping, às margens da Rodovia Lomato Júnior (km06). De acordo com a diretora do SENAR, Mônica Ishikawa, a instituição ficou responsável por sediar a parte técnico-científica da Fenagri devido a sua grande estrutura e proximidade ao shopping. Salas acondicionadas, bibliotecas, laboratórios e auditórios estão sendo preparadas para a mobilização de quatro dias.

“Já temos confirmação de caravanas de empresários, pesquisadores e produtores vindas do Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, entre outros estados. O que mostra que expectativa é geral, nós esperamos colaborar para uma grande edição e os visitantes veem atrás de novidades do ramo agrícola”, conta Ishikawa.

Segundo a prefeitura de Juazeiro e a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ), organizadores do evento, a estimativa é de que a feira atraia um total de 40 mil pessoas, que participarão de atrações seja no SENAR ou no Juá Garden. Mônica Ishikawa enfatiza que neste ano haverá um destaque maior ao intercâmbio de conhecimento e tecnologias.

“Teremos palestras sobre convivência com o Semiárido, modelo de gestão agrícola, mecanização da fruticultura; fóruns sobre qualidade x mercado, panorama da manga no mundo e no Vale do São Francisco; minicursos sobre racionalização dos recursos hídricos, adequação das fazendas ao código florestal; dentre vários outros eventos. Ou seja, estamos com uma programação bem atraente e diversificada”, afirma.

Além do SENAR, são parceiros da Fenagri a Embrapa, IRPAA, Codevasf, Sebrae, Uneb, Univasf, IF-Sertão, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e a Moscamed. De acordo com a prefeitura, o evento deve superar o movimento de negócios das edições anteriores. Neste ano, a feira tem como tema ‘Cultivando sabores e valores do Vale’, é aberta ao público e também abrirá espaço para Caprinovinocultura, no pátio externo do shopping.

Lançamento da Fenagri 2018 em Salvador amplia programação do evento em julho

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel, o presidente da Comissão de Agricultura e Pecuária, Eduardo Sales, o prefeito Paulo Bomfim, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária de Juazeiro, Tiano Félix, o assessor de Planejamento e Parcerias Estratégicas e coordenador da Fenagri 2018, Voldi Alves, representantes de secretarias estaduais e de entidades financeiras e do setor agropecuário participaram nesta quarta-feira (20) do lançamento da 27ª Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri), em Salvador (BA). Na audiência, foi anunciado que durante o evento, que vai acontecer de 11 a 14 de julho, em Juazeiro, a Comissão de Agricultura e Pecuária da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) fará uma sessão itinerante.

O deputado Zó agradeceu a participação dos parlamentares na Comissão de Agricultura e saudou a comitiva liderada pelo prefeito Paulo Bomfim, lembrando aos visitantes e potenciais expositores a importância deste que é considerado o maior evento de fruticultura irrigada da América Latina.

De acordo com o prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, a Fenagri deve gerar cerca de R$ 5 milhões em negócios, atraindo um público de 40 mil pessoas, durante os quatro dias. “E isso é só uma demonstração do potencial da Fenagri. Nosso objetivo é fomentar mais oportunidades aos nossos agricultores, produtores e criadores, propiciando intercâmbio de tecnologias e troca de conhecimentos entre as pessoas que nos visitarem”, disse.

Durante o lançamento, representantes do Banco do Nordeste e a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e secretarias estaduais também se pronunciaram a respeito da programação que será formada por seminários, minicursos, visitas técnicas, feira da agricultura familiar, exposições de produtos e, agora, uma audiência itinerante da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, que será realizada na manhã do dia 12 de julho.

O secretário municipal e coordenador geral da feira, Tiano Félix, se mostrou entusiasmado com o apoio recebido durante o lançamento em Salvador, enfatizando também a grande contribuição que os parceiros têm dado para o sucesso do evento.

Ao ressaltar o tema da Fenagri ‘Cultivando sabores e valores do Vale’, Tiano enfatizou a receptividade dos juazeirenses. “Temos uma terra rica, plural, que acolhe muito bem as pessoas. Nosso povo é caloroso. Portanto, é em nome dessa gente que convidamos vocês todos a visitar a Fenagri e conhecer Juazeiro de perto”, disse.

A feira

A 27ª Feira Nacional da Agricultura Irrigada ocorrerá no espaço de eventos do Juá Garden Shopping e no Centro de Excelência em Fruticultura do SENAR, no Distrito Industrial.

O evento reunirá produtores rurais, empresários, pesquisadores e estudantes do Brasil e de alguns países convidados. Entre as instituições parceiras, constam também a Embrapa, IRPAA, SENAR, Codevasf, Sebrae, Uneb, Univasf, IF-Sertão, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e a Moscamed.

FENAGRI 2018 terá lançamento especial na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador

A Feira Nacional da Agricultura Irrigada – FENAGRI, que vai acontecer em Juazeiro, no norte baiano, entre os dias 11 e 14 do mês que vem, será lançada na próxima quarta-feira (20), às 10h, na Comissão de Agricultura e Pecuária da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador. Continue lendo “FENAGRI 2018 terá lançamento especial na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador”

Iniciativa do IRPAA estimula Caprinovinocultura durante a Fenagri 2018

A Caprinovinocultura será um dos temas da Feira Nacional da Agricultura Irrigada – Fenagri 2018, que vai movimentar o município de Juazeiro – BA, entre os dias 11 e 14 de julho próximo.

Considerado um dos mais importantes sistemas produtivos do Semiárido brasileiro, a Caprinovinocultura estará presente no maior evento de fruticultura irrigada da América Latina como tema principal da Feira de Economia Solidária e de um seminário.

Os eventos serão realizados pelo IRPAA – Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada, que também é responsável pela oferta do minicurso sobre ‘A Captação da Água de Chuva’ e da palestra ‘Terra e Territorialidade’.

De acordo com a gestora ambiental e colaboradora do IRPAA, Gizeli de Oliveira, o instituto (Organização Não Governamental), já participa da Fenagri há mais de 10 anos e nesta edição vai reunir na parte externa do Juá Garden Shopping 30 empreendimentos de agricultores familiares. “A Feira de Economia Solidária vai apresentar e comercializar, seguindo a linha do preço justo, artigos em couro, alimentos e bebidas de representantes de cinco territórios, vindos de mais de 30 municípios da região”, adiantou.

Lembrando que os empreendimentos vão expor principalmente os produtos da Caprinovinocultura, Gizeli destacou a participação dos grupos organizados pela Central da Caatinga, uma organização responsável pela comercialização de cooperativas e associações do Território Sertão do São Francisco.

O seminário de ‘Caprinovinocultura no Semiárido Baiano’ está agendado para os dias 12 e 13 de julho, também no Juá Garden Shopping. Começando às 8h até às 17h, o encontro vai debater avanços e entraves da atividade no território Sertão do São Francisco.

Ainda de acordo com a técnica do IRPAA, o minicurso sobre ‘Manejo e Captação de Àgua de Chuva’ irá acontecer também no shopping no dia 14 durante toda a manhã e será ministrado pelo zootecnista, André Azevedo. E à tarde no mesmo local, o agrônomo Judenilton Oliveira ministrará a palestra ‘Terra e Territorialidade’.

“O IRPAA foi criado em Juazeiro – BA há aproximadamente 30 anos objetivando a convivência com o Semiárido – uma região de muitos recursos e possibilidades. Durante a Fenagri 2018 apresentaremos muitas dos projetos e soluções eficazes que vem ajudando a manter o povo do Semiárido nesta terra prometida”, concluiu Gizeli de Oliveira.

São destaques ainda da programação técnico-científica da Fenagri 2018, o Seminário ‘Mangicultura no Vale do São Francisco: desafios e oportunidades’, além de uma série de seminários, palestras, minicursos, visitas técnicas e uma rodada de negócios.

A 27ª edição da Feira Nacional da Agricultura Irrigada terá como tema ‘Cultivando Sabores e Valores do Vale’. A previsão da Prefeitura de Juazeiro e Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ) organizadores do evento, é que sejam realizados negócios na ordem de R$ 5 milhões e o evento receba a visita, nos quatro dias, de 40 mil pessoas.

Programação da Fenagri 2018 vai destacar transferência de tecnologias

Considerado o maior evento de fruticultura da América Latina, a 27ª edição da Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri) está prevista para ocorrer entre os dias 11 e 14 de julho, no Juá Garden Shopping, em Juazeiro (BA). E este ano, dentre os destaques apontados pela coordenação, está a transferência de tecnologias.

A viabilidade do uso de coagulante à base de polímero natural, a análise de resíduos das frutas, implementação do conhecimento da evapotranspiração para o manejo da irrigação e a energia solar são alguns dos temas que serão pautados na programação técnico-científica. A coordenação também está reservando espaço para um maior aprofundamento em assuntos, a exemplo da produção orgânica de cebola, atualização tecnológica nutritiva da mangueira e discussões sobre ampliação de mercados nacionais e estrangeiros.

O coordenador geral da Fenagri, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Tiano Félix, explica que nos últimos dias tem promovido várias reuniões afim de distribuir e “harmonizar” as temáticas entre os apoiadores da feira. “Nomes de importância e referência como a Embrapa, Irpaa, Codevasf, Sebrae, Uneb, Univasf, IF-Sertão, Moscamed e o Senar estarão ministrando seminários, palestras e minicursos”, lembra ele.

“Em nossa última reunião definimos os assuntos e qual instituição ficará responsável por cada tema, com isso nosso objetivo é atender aos pedidos de produtores, pesquisadores e acadêmicos da região, que nos solicitaram um foco maior na transferência de tecnologias”, disse.

Reunião com os Perímetros Irrigados

Recentemente, a coordenação esteve reunida com representantes dos perímetros irrigados de Juazeiro. Ocasião em que ficou definido também uma maior ênfase ao fomento técnico científico voltado ao controle e combate à praga da mosca da fruta – iniciativa que deve ser executada em parceria com a MOSCAMED.

A Feira está maior

Além do espaço a céu aberto, no Juá Garden, parte da Fenagri 2018 ocorrerá no Centro de Excelência em Fruticultura do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), próximo ao shopping. Lá serão desenvolvidos vários minicursos e seminários.

Por estes espaços, a coordenação da feira prevê a visita de 40 mil pessoas, que devem participar também de visitas técnicas, oficinas, rodadas de negócios, feira da agricultura familiar e exposições de produtos e serviços. Segundo a prefeitura e a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ), que realizam a Fenagri, há a expectativa de que o evento movimente cerca de R$ 5 milhões em negócios este ano.